Bélgica
Intérprete(s): Sennek
Tema: A Matter of Time


André Moreira - A canção belga tem um título deveras revelador: para se entender e entrar na ambiência criada pela proposta de Sennek, é mesmo uma "questão de tempo".  Não faltam pontos positivos a realçar: a voz, que docemente grita os versos tepidamente escritos, o instrumental, misterioso e moderno, e sobretudo a curiosidade que a canção cria para a sua atuação. "A Matter of time" é uma canção construída despretensiosamente, mas que acaba por ser uma enormíssima candidata à vitória. Não vejo a Sennek a sair de Portugal de outra forma, que não com o troféu.  

12 pontos


Cláudio Gonçalves - Uma coisa é certa: será uma questão de tempo até que a Bélgica volte a ganhar. Mas quero deixar aqui o meu lamento, porque apesar de já mereceram, tal não vai acontecer com a Sennek, que furou claramente as minhas expectativas. Gosto da canção, da voz da Laura (que se assemelha à Melanie C) e até ao conjunto em si. Ao contrário da canção da Blanche, é uma canção que apela mais ao voto do júri e, se passar à Final, ficará fora do top10.

7 pontos


Dalal Midhat-Talakić - Uma canção que nos apresenta um som alternativo dos anos 90 e que, em muito, se assemelha a uma tema da temática James Bons. Refrão interessante, um grande arranjo e uma artista com grandes vocais e que me lembra Alanis Morissette. Ópimo trabalho Bélgica.

12 pontos


Filipe Batista - É o quarto ano consecutivo que a Bélgica apresenta uma das melhores propostas a concurso – e vai ser também o quarto ano consecutivo com este país a fazer parte dos dez mais pontuados. “A Matter Of Time” não tem adversários diretos nesta edição porque não há outra canção que se possa comparar a esta. Para além disso, a Sennek é uma vocalista competente e carismática que acrescenta muito à composição. Há grandes probabilidades que a festa para o ano seja feita em Bruxelas!

12 pontos


João Diogo - A Bélgica volta a apostar forte na Eurovisão 2018. Sennek traz-nos um tema com toques de James Bond, ainda que só perdurem até ao primeiro refrão, e cuja maior mais valia é o facto de nos transportar para outra dimensão. É uma canção que cria todo um ambiente próprio à sua volta e isso poderá ser a sua salvação. Sabemos que a primeira semifinal é dificílima e não daria a Bélgica como seguramente qualificada para a final. Se tiverem uma boa apresentação em palco então tudo ficará mais fácil e depois, na final, tudo poderá acontecer.

8 pontos


João Duarte - Mais uma vez a Bélgica apresenta-nos uma grande proposta dotada de muita qualidade. Uma melodia simples muito bem conseguida juntamente com uma voz encantadora por parte da Sennek. Uma canção que nos remete por momentos para um filme de James Bond e que pelo segundo no consecutivo coloca a Bélgica no lote dos favoritos á vitória em maio.

8 pontos


Mónica Lourenço - Um instrumental complexo e bonito, com violinos à baila e tudo. Voz bonita, que consegue arrepiar de vez em quando. Sem dúvida mais uma canção belíssima da bélgica e uma música a incluir no top 5! Mas fica a questão… Será que, à semelhança do ano passado, a versão de estúdio da música se vai revelar muito melhor que a prestação nas semi-finais? Espero que não! Boa sorte Bélgica!

8 pontos


Nelson Costa - A Bélgica tem apostado em seleções internas de extrema qualidade nos últimos anos. Em 2017 e em 2015 alcançou o 4.º lugar com Blanche e Loïc Nottet, respetivamente, e em 2016 o 10.º lugar com Laura Tesoro. Um top 10 está perfeitamente ao nível de Sennek (nome artístico de Laura Groeseneken). Uma canção que poderia fazer parte da banda sonora de um filme de James Bond: a interpretação e o refrão estão no ponto certo, oferecendo o suspense que a canção pede, a juntar a alguma emoção e imaginação. Aguardo como se irá safar ao vivo e em direto. 

10 pontos


Pedro Caramba - Mais uma vez, a Bélgica presenteia-nos com uma bela voz. Pessoalmente, esta é uma das canções que mais me agrada este ano. A interpretação da Sennek transmite classe, tornando-se "à La James Band". Vais, com certeza, passar à Final, onde terminará nos lugares cimeiros.

8 pontos


Total: 297 pontos

2 comentário(s):

  1. Já esperava que a Bélgica acabaria por derrapar um pouco após três anos sempre a dar-nos espetáculo. Sinceramente não me delicio com esta música.Dou 1 ponto.

    ResponderEliminar
  2. É «A MATTER OF TIME» que chegue esse momento tão desejado por Bélgica, mas não será este ano. É evidente que vão rascar os primeiros lugares outra vez. Espectáculo de música com excelentes arranjos musicais. Finalista. 8 pontos. Sexto lugar no meu top.

    ResponderEliminar

Especiais em Destaque

 
Top