Austrália
Intérprete(s): Jessica Mauboy
Tema: We Got Love


Carlos Carvalho - A eterna convidada do maior concurso de música europeia oferece-nos o novo capítulo da sua bem-sucedida missão pop na Eurovisão. Falamos da Austrália, país que, enquanto não se faz representar pelos grandes nomes que conhecemos, tem entregue a tarefa de representar as suas cores a nomes que são sobejamente conhecidos no seu mercado local. 2018 não é exceção e é a vez de Jessica Mauboy entrar no espírito competitivo europeu. A jovem estrela australiana tem já no seu currículo uma série de singles e álbuns galardoados com ouro e platina, mas não estamos certos se “We got love” irá estender o seu leque de galardões. A proposta australiana é pop dance agradável mas sem qualquer elemento adicional que a faça distinguir de um banquete pop. Pela primeira vez irá transpirar para conseguir um top 10. Contudo, tendo em conta a jovem herança australiana, esperamos uma forte aposta cénica.

5 pontos


Diogo Cabral - Após uma participação especial no ESC 2014, eis que Jessica Mauboy surge como intérprete principal pela Austrália. “We Got Love” é uma canção igual a tantas outras, cheia de clichés. Na minha opinião, um dos pontos fortes desta proposta é o timbre da cantora.

5 pontos


Iva Joana - É uma canção estilo pop que começa devagar e depois ganha força, potencia, ritmo. Uma canção que tem power e que fica bem no ouvido e na nossa memoria. É uma musica bonita um pouco ao estilo de Celine Dion...

12 pontos


Márcia Rodrigues - A Austrália habituou-me mal... Nestas últimas três edições sempre teve um lugar no meu top 10 e quando anunciaram a Jessica Mauboy pensei que se iria repetir, mas não. É uma música pop super normal, que começa bem mas depois é mais do mesmo, não há nada que a faça destacar-se de outras músicas pop deste ano, jogaram demasiado pelo seguro mas músicas que não trazem nada de novo não ganham lugares no pódio. Acredito que com a atuação ao vivo a minha opinião possa mudar, no final de contas já vimos como é que a Jessica se porta no palco eurovisivo.

5 pontos


Nuno Carrilho - Depois do injusto resultado em Kiev, a Austrália (injustamente) está de regresso ao Festival Eurovisão com uma fórmula que toda a gente sabe que colhe frutos... Não consegui gostar disso à primeira audição, mas ao longo dos meses foi-me entranhando... Acredito que consiga um bom resultado em Lisboa, mas longe da vitória.

7 pontos

Sandra Sousa - A proposta australiana não me impressiona de todo. Sou uma fã assumida das canções escolhidas por este país e sinto que este ano ficou muito aquém. Não considero sofisticado, atual, forte nem viciante, como outrora este país nos habituou, apesar da sua ainda muito recente integração neste certame. A artista é competente naquilo que lhe compete, mas a sua voz assemelha-se a tantas outras artistas que fazem carreira na pop, que não consigo encontrar nada a que me possa agarrar para dizer que gosto desta proposta.

2 pontos


Vitor Vieira - A Austrália entrou forte no concurso... mas a força e a qualidade das propostas têm vindo a diminuir. Apesar disso, gosto muito mais da proposta deste ano do que a do ano anterior, vendo também uma grande qualidade vocal... que poderia ter sido melhor aproveitada. Mesmo achando esta proposta como "nada de mais", acredito que chegue ao Top10.

2 pontos




Total: 187 pontos

2 comentário(s):

  1. Acabo de verificar com a transmissão deste vídeo que a Austrália tem pouca variedade musical para nos oferecer na Eurovisão. Esta composição não acrescenta nada ao que tenho visto ano após ano nas apresentações australianas.Dou: 0 pontos.

    ResponderEliminar
  2. Australia quanto mais participa mais se afoga...chegará o momento que não podrá remar até bom porto. Que fique com o seu asiavisão que está a ponto de estrear-se e que volte dentro de uns anos com os seus participantes para fazer o mundovisão. Actualmente há eurovisão apenas contribui com pop banal... sempre o mesmo pop... aquele pop que sem saber de onde é só pode ser da Austrália. Com isto não digo que a canção seja má ou que não goste. Digo que não tem nada de novidade e que contribui sempre com o mesmo. Pasa á final porque a segunda semi-final também não ofrece muito e só se salvam oito temas. Provavelmente na final fica entre o décimo segundo e o décimo quinto da classificação porque o país está super valorado na Eurovisão. 5 pontos.

    ResponderEliminar

Especiais em Destaque

 
Top