Noruega
Intérprete(s): Alexander Rybak
Tema: That's How You Write A Song


Carlos Carvalho - Em 2009, Alexander Rybak não só ofereceu à Noruega sua a terceira vitória na competição europeia, como conseguiu um sucesso astronómico à escala europeia e um recorde de pontos para a altura. Em 2018, Rybak está bem lançado para um novo recorde mas num nível diametralmente inverso ao prestígio, o mesmo é dizer, está na linha da frente para ser o antigo vencedor com o pior resultado de sempre na sua participação seguinte (Dana International, ou até mesmo a falecida Corry Brokken agradecem), mas Rybak tem um ponto a seu favor, é extramente carismático. É dos melhores artistas em palco desta edição, sabe vender o seu produto e vai providenciar um bom momento de televisão e isto rende pontos. No entanto, duvido que tenha em Lisboa uma plateia tão eufórica como teve na selecção norueguesa. O que fez Rybak apostar em “That’s how you write a song” é o maior mistério da Eurovisão 2018.

2 pontos


Diogo Cabral - Este país traz-nos um antigo vencedor do certame – Alexander Rybak. Com ele vem uma proposta, claramente, inferior à de 2009. É uma canção simples, alegre e dançável...após o primeiro minuto da canção. Gosto bastante da interatividade criada em torno da canção, sobretudo, naqueles momentos em que o cantor parece estar a tocar instrumentos. Estou indeciso quanto ao futuro da Noruega. Se passar à final, penso que seja pelo cantor...

6 pontos


Iva Joana - Uma canção também divertida e com sons muito apelativos, continuamos com o som do Violino característico do Alexander Rybak. Uma canção que tem uma letra bem simples mas cativante e os ritmos bem integrados uns com os outros. Gosto!

12 pontos


Márcia Rodrigues - Esta é, sem qualquer dúvida, o meu guilty pleasure deste ano. O pequeno príncipe da eurovisão está finalmente de volta com uma música super animada, super catchy e aquela parte do violino é algo maravilhoso. É verdade que a letra é um bocado básica e talvez um pouco infantil, mas o que importa é que resulta e fica facilmente na cabeça depois de ouvir uma vez ou outra. Claro que não é uma Fairytale, o Alexander Rybak teria que fazer uma verdadeira obra de arte para se superar a ele próprio mas fez um bom trabalho.

8 pontos


Sandra Sousa - Alexander Rybak está de volta! Não se pode nem se deve comparar esta canção à mágica vencedora “Fairytale”. É uma canção alto astral, animada e muito fofinha. É mesmo este o adjetivo que sou obrigada a utilizar. A letra é tão simples e tão motivacional e positiva! Fica logo no ouvido. Só a ovação que arrecadou no seu país fá-lo merecer e muito estar de volta à Eurovisão. Ele tem muito talento para dar a este festival.

10 pontos


Vitor Vieira - Uma proposta de peso se fosse candidata na versão júnior do festival... já para a versão adulta penso que é só uma brisa de alegria. O único ponto positivo desta canção é mesmo o interprete que como todos sabem é um dos vencedores da Eurovisão com mais votos. Não acho que seja uma proposta merecedora da final mas se assim for espero que não retire desta candidaturas de melhor qualidade.

1 ponto



Total: 187 pontos

2 comentário(s):

  1. Continua igual, o mesmo sorriso, a mesma alegria quando canta, a companhia do seu violino fiel,não sei se será o mesmo, é possível que sim, não havia motivos para lho partirem na cabeça. Também a sua voz continua inconfundível. Tem um talento inesgotável. Não vai ser quase seguramente um segundo Johnny Logan.Mas eu continuo fã das suas músicas e em homenagem ao seu talento musical stribuo-lhe sem favor os meus 12 pontos.

    ResponderEliminar
  2. Pessoalmente levo um cacao mental entre a aceitação e a não aceitação de Rybak uma vez mais na eurovisão.
    Temos os claros exemplos de Dana International ou de Lena que depois de uma victoria viveram um fracaso. O Rybak vivirá a mesma experiencia. É de agradecer que Rybak sempre será um eterno alegre e feliz miúdo que transmite um transparente amor por aquilo que faz e isso fica bem patente em “That’s how you write a song”. Passa á final porque apenas há oito músicas com qualidade musical na segunda semi mas na final o seu carisma, a sua alegria e a sua divertida música perderse-ao na metade inferior da tabela. 5 pontos por alexander e pela ilusão de voltar.

    ResponderEliminar

Especiais em Destaque

 
Top