Grécia
Intérprete(s): Maria Elena Kyriakou
Tema: 'One Last Breath'



Aáron García-Álvarez - Uma das grandes surpresas desta semifinal, pelo menos da minha parte. A Grécia esquece os seus sons mais tradicionais e envia uma balada de corte clássico com acrescendo muito bem construída. Auguro um bom resultado e passagem para a noite do sábado.

10 pontos

Carlos Coelho - O que se passou na Grécia? Tema aborrecido, pouco memorável, ainda que a intérprete compense em beleza o muito que lhe falta em carisma, parecendo um cubo de gelo na interpretação. É tudo muito plástico e com pouca alma. A pior canção deste lote e poderá muito bem ficar-se pela semifinal. 

2 pontos

Eurico Alves - A Grécia volta a um estilo na qual já não a víamos há algum tempo, e perdeu por isso. A balada é boa, mas só mais para o fim, e nem assim se destaca muito das outras… É só mais uma.

3 pontos

Fabiana Silva - Maria é muito talentosa, tem uma voz suave e muito bem impostada, mas a música poderia ser melhor. Com tantas baladas em 2015, essa não se destaca – é, simplesmente, esquecível. Ela demora muito para ficar interessante e, quando esse momento finalmente chega, ela acaba e eu fico decepcionada! Outra coisa que me incomoda é a pronúncia dela ao cantar em inglês. 

3 pontos

Fernanda Ribeiro - Quem diria que a Grécia abandonaria o estilo pop às vezes a roçar um “pimba à grega” para nos brindar com uma balada – das boas! E nem uma bouzouki para nos lembrar que isto é “made in Greece”! Muito bem interpretada pela Maria Elena e que vai depender muito do brilhantismo que possa ser transmitido em palco. Como vocalmente a Elena parece ser exímia, presume-se uma passagem à final sem problemas. 

8 pontos

Gonçalo Vieira - Os helénicos vão apostar numa balada ao fim de 9 anos de canções pop ou étnicas! Maria vai interpretar em Viena “One Last Breath”, uma balada comercial e muito apelativa aos ouvidos dos fãs da Eurovisão. Esta canção faz mesmo lembrar “Rise Like A Phoenix”, só que numa versão menos “polémica”. A intérprete entrega-se em palco à canção com toda a força, mostrando força vocal e qualidade igualmente. Pessoalmente gosto do tema, ainda que não seja marcante ao ponto de eu acreditar num grande resultado da Grécia. Ainda assim, a qualidade impera nesta aposta grega para o ESC2015!

8 pontos

João Diogo - Os gregos melhoraram imenso em relação ao ano passado. Uma bonita balada em crescendo, que pode até não trazer nada de novo, mas que não desilude. Concordo com os que dizem que tem ares de Rise Like a Phoenix e acho até que se encontram ao mesmo nível, mas esta proposta grega certamente não terá tanto sucesso. Talvez com uma barba… 

7 pontos

Patrícia Gargaté - Das baladas mais elegantes e clássicas. Corre alguns riscos de ficar presa na monotonia que a música inevitavelmente traz, mas eu confio e sempre confiei nas performances da Grécia que pensam bem e sabem sempre o que significa “menos é mais”. Das baladas, é das melhores.

8 pontos

Paulo Morais - E não é que a Grécia deixou a sua praia e aposta agora numa “baladona” daquelas bem diva?! Este ano não veremos meninas e meninos shake it, a abanar-se e a mostrar as pernas e os músculos, nem temos aquela música que faz toda a gente dançar no Euroclub! Mas temos uma à altura que vai fazer as delícias de muitos espetáculos de transformistas espalhados por essa Europa fora…agora a sério, até gosto da canção e fica bem em qualquer Eurovisão, a Maria vai à Final se tudo correr como o esperado, e vai bem! 

8 pontos

Rui Ramos - A Grécia raramente me fascina e com um 'One Last Breath' muito menos. Canta, depressivamente, ao amor e é uma balada tão esgotante que não me dá vontade nenhuma de repetir. Pontuação só pela voz da Maria Elena Kyriakou.

1 ponto

Total: 58 pontos

Atenção: Os textos da Fabiana Silva encontram-se em português do Brasil dada a origem da comentadora.

6 comentário(s):

  1. Já estava na altura de a Grécia substituir um rise up com trampolins por um tema mais soft mas sem esquecer uma voz vibrante como esta da Elena Kyriakou. Quero acreditar que o último suspiro não irá acontecer na semifinal, poderá muito bem e sem agonia fazer-se ouvir na final. A minha pontuação: 7 pontos.

    ResponderEliminar
  2. O Carlos Coelho disse tudo (h)
    A moça até canta bem mas no meio de tanta balada ñ é das que mais goste...deixava-a na semifinal sem duvida.

    ResponderEliminar
  3. Mais uma música que não traz nada de novo à Eurovisão. Nota-se aqui uma grande inspiração em temas de Céline Dion ou Lara Fabian. Interpretação um pouco sofrível na minha opinião, contudo, tem lugar garantido na final por se tratar da Grécia e pelo facto de os jurados terem um "fetiche" por canções deste estilo.

    Pontuação: 5 pontos

    ResponderEliminar
  4. Oxalá esta música fique pela semifinal, eu não sei como é que tanta gente gosta desta canção.

    ResponderEliminar
  5. Como sou apreciador de boas baladas, esta proposta helénica enche-me as medidas. Melodia bonita, uma interpretação em crescendo numa voz verdadeiramente extraordinária. Facilmente "arranca" 8 pontos.

    ResponderEliminar
  6. One last breath foi a mais "convidativa" entre as concorrentes da final nacional, no entanto, não é nenhuma pérola.

    O equilíbrio entre a voz + música parece estar minimamente em sintonia (apesar daquela mudança brusca que se verifica na parte final da música que particularmente não admiro).

    Resta aguardar pela performance deste país que já fez muitos olhos brilharem diante da TV.

    6 pontos

    ResponderEliminar

Especiais em Destaque

 
Top