Irlanda
Intérprete(s): Muireann McDonnell
Tema: Suile Glasa



Cláudio Poiares-Rodrigues - Quando eu a ouvi a cantar pela primeira vez eu pensei: “Ah, a Mafalda Veiga canta em Irlandês!”, quando eu a vi, murmurei “Não é filha da Dina?”. Há muitas parecenças entre a Muireann e algumas cantoras portuguesas tão bem acarinhadas por nós, pela sua simplicidade e emoção. Confesso que tive arrepios quando ouvi este “Suíle Glasa” pela primeira vez. Infelizmente não sei até que ponto ela pode ter sucesso no JESC (aposto num 10.º-12.º lugar), mas já conquistou um lugar no meu coração e os meus preciosos 12 pontos.

12 pontos

Dalal Midhat - A canção não se adequa à cantora nem às suas capacidades vocais. A cantora tem uma boa voz, e é a única em toda a competição a cantar e a tocar um instrumento ao mesmo tempo, mas a canção precisa de mais força no arranjo.

7 pontos

Diogo Cabral - A Irlanda foi o último país a escolher o seu representante para Tbilissi. Confesso que não é uma canção que me agrade. O timbre da cantora não se destaca muito, bem como a canção. No palco da Geórgia, acredito que a cantora mantenha a performance que teve em casa. Parece que vai ficar pelo fundo da tabela. 

4 pontos

Hélder Simões - A Irlanda está com dificuldades em se afirmar no concurso. Quem pensava que à terceira era de vez, bem se enganou. A música é pouco orelhuda, esquece-se muito facilmente, e se eu não estivesse agora a ouvi-la não saberia de que música se trataria. Perde-se no meio das outras músicas. Uma pena.

1 ponto

Hugo Sepúlveda - Apesar de o leak ter estragado o efeito surpresa da Irlanda, não é por isso que prejudica a entrada em si. Muireann e Súile Glasa são um reflexo uma da outra, ambas bastante adoráveis e resultam bem como um todo! Musicalmente, é uma canção adorável, leve, muito fácil de ouvir e bastante catchy. A voz de McDonnell assenta-lhe muito bem, apesar de por vezes parecer que não aguenta algumas notas. Ainda assim, traz-lhe uma fragilidade e uma inocência, como se qualquer um se conseguisse relacionar com a letra da música, mesmo não percebendo o seu significado.

10 pontos

José Carlos Godinho - A menina é bonita e tem uma voz muito doce, com um aveludado interessante. Entretanto, a canção é pouco interessante e até o refrão, que tem um motivo melódico que podia ser apelativo, acaba por se tornar repetitivo e cansativo. Meio da tabela?

6 pontos

Lisa Garden - Acho a Muireann adorável e muito talentosa! A música está com uma composição muito interessante, mas chega a uma altura em que se torna um pouco repetitiva. Diria que lhe falta dinamismo. 

10 pontos

Lúcia Pérez - Canção bonita com uma voz original. É uma canção que deixa transparecer a sensibilidade da intérprete e que vai em crescendo, tendo um som muito catchy.

10 pontos

Martin Fitch - Ela é diferente e é absolutamente adorável com a sua guitarra. Não acho que vá ter um grande resultado, mas estou a torcer por isso por causa da sua personalidade.

12 pontos

Nuno Carrilho - Dentro do registo dos anos anteriores, a Irlanda deve continuar pela segunda parte da classificação. Boa canção (de realçar que é a única composta só por uma criança) e muito bem defendida... mas que fica aquém de algo mais. Pessoalmente não me agrada muito.

6 pontos

Nuno Reis Conceição - É um privilégio raro poder ouvir o gaélico num palco eurovisivo! A jovem talentosa Muireann McDonnell dá uma interpretação sóbria e profissional de um tema que, contudo, deverá ficar completamente esquecido no meio das outras canções a concurso… Muito dificilmente conseguirá fugir aos últimos lugares. 

2 pontos

Rúben Ameixa - Gosto bastante do timbre meio rouco da Muireann. A canção também me parece interessante, no entanto não o suficiente para uma vitória. 

7 pontos

Wanda Stuart - Não consigo perceber em que idioma ela está a cantar e, por isso, não compreendo a letra e consequente mensagem ou falta dela... A intérprete tem uma voz mediana e, lamento dizê-lo, pouco carisma e presença, apesar de bonita. A canção não é das mais fortes, penso que terá uma fraca classificação...

3 pontos

Total: 89 pontos
(A pior pontuação de cada país não é contabilizada)

3 comentário(s):

  1. Aparentemente um pãozinho sem sal, aparentemente friso bem porque é só uma criança e as crianças enganam muito. Musicalmente diria que não deverá ter muitos adeptos.

    ResponderEliminar
  2. Achei todas as musicas da Irlanda no JESC muito boas e esta continua a fazer jus ao pais , dou 6 pontos porque é um pouco repetitiva e falta algum power mas bom trabalho Irelanda.

    ResponderEliminar

Especiais em Destaque

 
Top