Intérprete(s): Susana Travassos
Tema: Mensageira



Adão Nogueira - Susana é dona de uma voz fantástica. Apesar de estar sozinha em palco capta toda a atenção para si. Nota-se um pouco dos sons das raízes da autora mas que se prolongam por toda a canção, fazendo com que se torne um pouco monótona e desinteressante.

4 pontos

Cátia Azevedo - Transcrevo na íntegra aquilo que penso sobre a canção anterior. No entanto, esta é um pouco mais cativante a nível da melodia.

3 pontos

Fabiana Silva - Susana Travassos entrou de gaiato na final, após a desistência de Diogo Piçarra... e eu não concordei nada com isso. Nada contra a cantora e sua canção, mas, depois de toda a polêmica na primeira semifinal, não seria muito elegante da parte da RTP convidar Beatriz Pessoa para integrar a final? Recalque aparte, a orquestração de "Mensageira" me agrada bastante, principalmente a aparição dos instrumentos de corda. Já o arranjo precisa de um pouco mais de dinâmica - uma boa solução seria demarcar algumas divisões da melodia, aumentando a intensidade do instrumental (assim como nos segundos finais). A forma como Susana canta me incomoda: sua voz é muito anasalada, como se ela estivesse cantando com um pregador no nariz. Enfim, pensando na quantidade de baladas que teremos na final, não a vejo indo muito longe, ainda mais depois dos zero pontos no televoto.

1 ponto

Francisco Branco - Finalista do Festival à última hora, devido à desistência do Diogo Piçarra. Creio que não é uma música para todos os ouvidos. Nem todos a entendem. É uma produção elegante e sofisticada. A Susana Travassos tem muita segurança na voz e dá ainda mais “corpo” a esta melodia composta pela Aline Frazão. Apesar de lhe reconhecer a qualidade, não é um estilo de música que habitualmente oiça no meu quotidiano, pelo que não posso dizer que seja totalmente do meu agrado. Além disso, não é competitiva o suficiente para estar num evento como o ESC.

5 pontos

Gonçalo Vieira - Esta é daquelas canções que não conseguem chegar a todos os ouvidos da mesma forma. Ainda que as expectativas para o tema da Aline Frazão estivessem altas devido ao seu trabalho de elevado valor, a verdade é que o foco que eu tinha não estava para ela virado. A canção assumiu-se claramente como uma mescla de influências, o que acabou por ser um ponto positivo. Outro destaque vai para a letra da canção. Forte e bonita! A intérprete esteve à altura, dando o seu cunho com uma voz no mínimo diferente. Surpreendeu!

6 pontos

Hugo Sepúlveda - 'Mensageira' não era uma canção das quais eu sequer me lembrava de ouvir o excerto. É muito suave e calma, que mesmo o ritmo ter crescido um pouco, caiu por completo numa sonoridade monótona. A letra até pode ser interessante e minimamente bem construída, mas perde-se completamente. A voz de Susana Travassos tem um timbre agradável, mas após algum tempo torna-se um pouco “irritante”. Todos os factores contribuíram para uma entrada muito enfadonha, que vá-se lá saber como obteve tantos pontos do Júri.

4 pontos

João Diogo - Uma canção que estranha bastante à primeira audição mas que se escutada com mais atenção se nota a sua qualidade. Infelizmente ficou perdida na semifinal, salva apenas pelo júri, e parece-me que o mesmo acontecerá na final. Susana Travassos esteve muito bem e tem uma voz agradável.

6 pontos

João Duarte - Se a ideia de Aline Frazão era criar uma cópia dos Madredeus o resultado saiu completamente ao lado. Uma melodia muito monótona sem grandes pontos de interesse e muito esquecível, confesso que já a ouvi várias vezes e ainda não ficou nem um pouco da canção na memória. Quanto a Susana, não tenho nada de mal a apontar, uma voz doce e bonita que merecia uma canção melhor. Não merecia a passagem à final, mas infelizmente pelas razões que todos conhecemos vai lá estar, mas muito longe do top.

2 pontos

Nelson Costa - Quando soube que Aline Frazão estava no Festival da Canção, fiquei como é óbvio bastante expectante, considerando a minha admiração pelo seu trabalho. Uma canção com requinte, sofisticada e bem costurada. Mostra o melhor que há na cultura portuguesa, sem ser cliché. Faz-me lembrar Rodrigo Leão e Madredeus. Necessita, contudo, de ouvido para apreciar. Extremamente bem interpretada (a voz de Susana é deliciosa); irei estar atento à sua carreira. Deveria ter passado à final “à primeira”.

10 pontos

Nuno Carrilho - Uma das canções mais díficeis de serem apreciadas na edição deste ano: com momentos a remeter para os tempos longíquos dos Madredeus, o instrumental é um dos mais ricos da edição. Sobre a prestação de Susana Travassos não há muito a realçar. Porém, espero que esteja melhor na grande final... Pessoalmente, não colocaria a canção no lote de finalistas.

6 pontos

Nuno Reis Conceição - Uma melodia complexa associada a uma letra interessante. A interpretação deste tema foi diferente, na voz distinta da Susana Travassos. A proposta, contudo, peca pela grande monotonia. Atribuo-lhe 4 pontos.

4 pontos

Patrícia Gargaté - A canção cai que nem uma luva na voz da Susana Travassos e creio que a interpretação é muito boa e adequada. A repescagem desta canção à final é justa e consegue marcar a sua posição, como mostra da boa música made in Portugal, o problema e que infelizmente não consigo imaginar este tema no palco da Eurovisão. 

6 pontos

Pedro Coelho - Se precisarem de um tempinho para um intervalo, é este o momento certo. A melodia, e a boa combinação entre teclas e cordas, soa muito bonita, mas acho que a canção não está bem apoiada pela voz de Susana Travassos, cuja má dicção prejudica a canção e faz com que esta se torne monótona e muito cansativa. Tinha ficado muito bem fora da final.

3 pontos

Pedro Fernandes - A voz de Susana Travassos é muito interessante e remonta-me para o repertório de  Madredeus. Consigo perceber perfeitamente porque não recebeu qualquer pontuação do público e porque esteve para não ir a Guimarães. Temo que não seja o cup of tea de muita gente e, reconhecendo o mérito dentro do estilo, surge completamente descontextualizada e não é um tema competitivo para levar à Eurovisão.

5 pontos

Total: 65 pontos


Atenção: Os textos da Fabiana Silva encontram-se em português do Brasil dada a origem da comentadora.

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Especiais em Destaque

 
Top